top of page

Agilidade em Escala: Como Começar

Atualizado: 2 de jun. de 2022

Por: Natalia Manha


A agilidade em escala busca atender as seguintes necessidades de uma organização:

• Transparência e alinhamento em torno de objetivos estratégicos;

• Descentralização das decisões;

• Organização do trabalho;

• Entregas de valor frequentes em ciclos mais curtos;

• Colaboração e foco no cliente.

Para iniciar um trabalho de agilidade em escala é importante:

• Entender o contexto atual;

• Envolver e capacitar a liderança;

• Executar pilotos em times e áreas para validar os objetivos e apresentar os resultados da aplicação de práticas ágeis.

Entre as principais ações para um trabalho de agilidade em escala estão:

• Identificação de cadeias de valor para a execução de ações sistêmicas;

• Definição de objetivos e indicadores claros;

• Revisão de papéis e responsabilidades;

• Otimização de processos e estruturas;

• Definir práticas e ferramentas que suportem esse trabalho a nível organizacional;

• Prover comunicação, capacitação, mentoria e coaching para toda a organização.


Alguns modelos de agilidade em escala trazem práticas para começar, por exemplo, o SAFe e o Método Kanban. O SAFe propõe um roadmap de implementação em 12 passos:

1. Posicione o time no ponto de decisão;

2. Treine os agentes de mudança ágil;

3. Treine executivos, gerentes e líderes;

4. Crie um centro de excelência ágil;

5. Identifique as Cadeias de Valores (Value Streams) e os Agile Release Train (ART);

6. Crie um plano de implementação;

7. Prepare-se para o ART;

8. Lance os times dos trens e lance um ART;

9. Realize coaching na execução do ART;

10. Lance mais ARTs e os Value Streams;

11. Estenda ao portfólio dos projetos;

12. Acelere.

O Método Kanban, por sua vez, traz uma forma de entendimento do comportamento do sistema chamado The Systems Thinking Approach To Introducing Kanban (STATIK):


1. Entender quem é o cliente e suas fontes de insatisfação;

2. Analisar a demanda;

3. Analisar a capacidade e competências;

4. Modelar o fluxo de trabalho;

5. Identificação as classes de serviço;

6. Desenhar o sistema Kanban.


Um passo importante após a finalização do STATIK em uma cadeia de valor é a socialização e negociação para implementação do modelo, assim como a expansão do modelo para outras cadeias de valor.


O envolvimento da liderança e a comunicação de organizações em grande escala são os principais desafios de um trabalho em escala. Por isso, a sugestão de pilotos para começar a conscientização sobre esse trabalho e sobre a importância da socialização e da negociação são reforçados por esses modelos para agilidade em escala.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page